DESCOBERTA QUADRILHA DE DROGAS COMANDADA POR DETENTO

Compartilhe!

Seis pessoas foram presas, 41 quilos de maconha e três armas apreendidas em uma operação da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) que descobriu dois depósitos de entorpecentes localizados em Fortaleza e Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). 

Três adolescentes também foram apreendidos no procedimento, que aconteceu na última sexta-feira (24). As investigações duraram cerca de dois meses. O chefe do grupo comandava as ações da cadeia mantendo contato principalmente com a mulher dele, que assumiu a chefa da venda de droga. 
De acordo com o delegado titular da DCTD, Sérgio Pereira, essa operação se deu a partir de outras investigações que determinaram a existência desse grupo. As diligências da divisão estavam fazendo uma vigilância em Maranguape, no bairro Guaribá, quando um homem chegou em uma moto, recebeu uma caixa de alguém da casa e se deslocou até o bairro Siqueira, em Fortaleza. Em um determinado local do percurso, uma outra moto se aproximou, mantiveram contato rápido e as duas foram até uma residência no município. 
Ao chegarem no local, os policiais abordaram os suspeitos. Na caixa haviam 20 quilos de maconha. O motoqueiro que realizava as entregas, José Thiago Barrozo da Silva, 39 e o homem que acompanhava até o local de entrega, Francisco Romário da Silva Alves, 21 foram presos. 
Para receber a droga em Fortaleza estavam Paulo Cesar Silva do Nascimento, 25, e Moisés Maximiano de Sousa, 20. Uma espingarda calibre 12 foi apreendida na casa. 
Simultaneamente, no depósito em Maranguape, as equipes da DCTD entraram na residência, iniciando pela sala, quartos e cozinha. Por fim, ao abrir a porta do quintal, integrantes do grupo estavam desenterrando drogas e armas. Ao verem os policiais iniciaram um tiroteio e fugiram para dentro da mata. Por isso, nem todos do grupo foram capturados.
De acordo com a delegada Patrícia Bezerra, a quadrilha possuía vantagens geográficas já que o depósito em Maranguape ficava no alto de um morro com mata fechada. No local foram apreendidos 20 quilos de maconha, uma pistola ponto 40 e um revólver calibre 38. Os responsáveis pela segurança do local eram Francisco Leandro Santos Rodrigues, 21 e três adolescentes, uma menina de 16 anos e dois meninos, um de 14 e outro de 15.
A representante do chefe do grupo, Nariene da Silva Nascimento, 24, é casada com Gilson Nascimento Costa Filho, o ‘Gilsinho’. De acordo com Patrícia Bezerra, ‘Gilsinho’ está preso há nove anos na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo em Pacatuba acusado de latrocínio e tentativa de homicídio. Segundo o delegado Sérgio Pereira, “a mulher era a personificação do homem fora da cadeia”. 
Os seis presos foram autuados por tráfico, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo, porte de arma de uso restrito, resistência e tentativa de homicídio.
DN COM FOTO ILUSTRATIVA

Compartilhe!

Comente com Facebook

Visitantes

19203227